Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

20 DE FEVEREIRO: Mobilização contra a reforma da Previdência

Dia nacional de luta e mobilização contra a reforma da Previdência

Escrito por: CUTBrasília • Publicado em: 19/02/2019 - 17:03 • Última modificação: 19/02/2019 - 17:28 Escrito por: CUTBrasília Publicado em: 19/02/2019 - 17:03 Última modificação: 19/02/2019 - 17:28

CUTBrasilia

20 DE FEVEREIRO| Dia nacional de luta e mobilização contra a reforma da Previdência

O Brasil inteiro se mobilizará no dia 20 de fevereiro para denunciar a famigerada reforma da Previdência anunciada pelo governo de extrema direita Bolsonaro. A data, construída pela CUT e outras centrais sindicais, marcará o Dia Nacional em Defesa da Previdência Pública e contra o Fim da Aposentadoria.

No DF, a CUT Brasília e os sindicatos filiados realizarão panfletagem na rodoviária do Plano Piloto. A concentração será às 16h, na Praça dos Aposentados (Conic, em frente à central). A entrega dos panfletos (Baixe aqui) também poderá ser feita há qualquer momento pelos sindicatos e organizações que se somarem à luta pelo direito de aposentar.

“Este governo preocupa-se apenas em preservar as aposentadorias milionárias e em proteger os empresários que sonegam a contribuição para o INSS. E o pior de tudo, beneficia instituições financeiras que já faturam juros exorbitantes. A gente não pode aceitar. Por isso, o empenho de cada entidade filiada e cada dirigente será fundamental para o sucesso do dia 20, data em que será a primeira grande mobilização da classe trabalhadora no governo Bolsonaro”, afirma o presidente da CUT Brasília, Rodrigo Britto.

Outras ações também são orientadas pela CUT Brasília para que a luta para barrar a reforma da Previdência seja forte e unitária. Uma delas é a realização de amplo e profundo debate dos sindicatos com suas bases/categorias sobre a proposta de reforma da Previdência do governo Bolsonaro, alertando para seus danos irreparáveis, como o fim da aposentadoria e a perda de vários outros direitos vinculados à Previdência Social.

Mais uma forma de atuação para engrossar luta contra o fim das aposentadorias e dos direitos é a replicação de materiais sobre a reforma da Previdência elaborados pela CUT Brasília. Os materiais poderão ser divulgados em redes sociais particulares e institucionais, além de outros canais de comunicação.

É ainda importante que as entidades sindicais filiadas à CUT Brasília e organizações da sociedade civil encaminhem à central informações, imagens e vídeos de suas atividades para barrar a reforma da Previdência. Os materiais poderão ser encaminhados para o e-mail imprensa.cutbrasilia@gmail.com e para o telefone 99944-3008 (WhatsApp).

Clique aqui e acesse o panfleto sobre a reforma da Previdência

Fonte: CUT Brasília

Título: 20 DE FEVEREIRO: Mobilização contra a reforma da Previdência, Conteúdo: 20 DE FEVEREIRO| Dia nacional de luta e mobilização contra a reforma da Previdência O Brasil inteiro se mobilizará no dia 20 de fevereiro para denunciar a famigerada reforma da Previdência anunciada pelo governo de extrema direita Bolsonaro. A data, construída pela CUT e outras centrais sindicais, marcará o Dia Nacional em Defesa da Previdência Pública e contra o Fim da Aposentadoria. No DF, a CUT Brasília e os sindicatos filiados realizarão panfletagem na rodoviária do Plano Piloto. A concentração será às 16h, na Praça dos Aposentados (Conic, em frente à central). A entrega dos panfletos (Baixe aqui) também poderá ser feita há qualquer momento pelos sindicatos e organizações que se somarem à luta pelo direito de aposentar. “Este governo preocupa-se apenas em preservar as aposentadorias milionárias e em proteger os empresários que sonegam a contribuição para o INSS. E o pior de tudo, beneficia instituições financeiras que já faturam juros exorbitantes. A gente não pode aceitar. Por isso, o empenho de cada entidade filiada e cada dirigente será fundamental para o sucesso do dia 20, data em que será a primeira grande mobilização da classe trabalhadora no governo Bolsonaro”, afirma o presidente da CUT Brasília, Rodrigo Britto. Outras ações também são orientadas pela CUT Brasília para que a luta para barrar a reforma da Previdência seja forte e unitária. Uma delas é a realização de amplo e profundo debate dos sindicatos com suas bases/categorias sobre a proposta de reforma da Previdência do governo Bolsonaro, alertando para seus danos irreparáveis, como o fim da aposentadoria e a perda de vários outros direitos vinculados à Previdência Social. Mais uma forma de atuação para engrossar luta contra o fim das aposentadorias e dos direitos é a replicação de materiais sobre a reforma da Previdência elaborados pela CUT Brasília. Os materiais poderão ser divulgados em redes sociais particulares e institucionais, além de outros canais de comunicação. É ainda importante que as entidades sindicais filiadas à CUT Brasília e organizações da sociedade civil encaminhem à central informações, imagens e vídeos de suas atividades para barrar a reforma da Previdência. Os materiais poderão ser encaminhados para o e-mail imprensa.cutbrasilia@gmail.com e para o telefone 99944-3008 (WhatsApp). Clique aqui e acesse o panfleto sobre a reforma da Previdência Fonte: CUT Brasília



Informativo FITRATELP

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.